Notícias

Nota de pesar e decreto de luto oficial por 3 dias pelo falecimento do senhor Odilon Bezerra de Morais

Odilon Bezerra de Morais é natural de Caririaçu

#LUTOOFICIAL | POR AGNALDO DE OLIVEIRA | 11 DE ABRIL DE 2019 | 152

Nasceu no dia 15 de abril de 1912 (Foto: Ilustração)

É com profundo pesar que o prefeito municipal de Caririaçu, Edmilson Leite, juntamente com o vice-prefeito Rosivan Leite e a primeira-dama Zélia Feitosa, lamentam o falecimento do Senhor Odilon Bezerra de Morais, que era filho natural de Caririaçu, nascido na antiga Vila São Pedro do Crato.

Neste momento doloroso, externam os sentimentos de pesar e se solidarizam com todos da família. Rogando a Deus que no aconchego dos seus braços receba este ente querido, e que no calor do seu imenso coração, conforte a todos por essa grande perda. Muito respeitosamente, prestamos as nossas condolências e deixamos os nossos mais sinceros pêsames. Rogamos para que Deus conforte toda a família.

Na oportunidade, a administração pública municipal, decreta luto oficial por 3 dias, contados a partir desta data, pelo o falecimento do Sr. Odilon Bezerra de Morais, que, em vida, prestou inestimáveis serviços à população, deixando ensinamentos de um bom testemunho de vida e cidadania.
UM POUCO DA HISTÓRIA - ODILON BEZERRA DE MORAIS

NASCIMENTO E FAMÍLIA

Odilon Bezerra de Morais é natural de Caririaçu. Originalmente, antiga Vila de São Pedro do Crato, quando ele nasceu. Passou a ser conhecida como São Pedro do Cariri (Lei 1541, de 21.08.1918), e em 1943, alterado para o nome atual. Filho de Carlos José de Morais - chefe político por mais de quatro décadas, a partir de 1935 - e de Miguelina Bezerra de Morais.

Nasceu no dia 15 de abril de 1912, Casado com Junilha Fernandes Morais, filha de Manuel Fernandes da Silva e Josefa Pereira da Silva, natural de Crato, nascida no dia 21 de agosto de 1912, do lar, com a atividade mais nobre, educar e administrar uma família de 12 filhos. Sendo oito homens: (José Hélio, Carlos, José Herman, José Hildon, José Edson, José Eudes, José Everardo e José Evânio) e quatro mulheres: Odinília, falecida ainda criança, Maria Hilnah, Maria Heliane, Odinilia Maria.

JUVENTUDE E NEGÓCIOS

No passado remoto, ainda jovem, morando no Rio de Janeiro, remava pelo Clube Internacional, hoje Marina da Glória. Na época, funcionário das Lojas Pernambucanas - do Grupo Lundgren - onde criou uma máquina de enrolar tecidos, a qual, posteriormente fundida na Alemanha, trouxe grandes resultados. Cabe lembrar também que Odilon assim como José Nery Rocha foram os primeiros a possuírem em Juazeiro, motos de 1200 cilindradas, da marca "Indian." e "Halley Davison, com "sidcar", além de um Jeep da marca "Land Roover", àquela época objetos raros e de difícil aquisição.

No ano l951, junto com o seu irmão Alberto Bezerra de Morais, se estabeleceram em Juazeiro, montando a primeira e única Serraria, situada à Rua São Sebastião s/n -Centro, atualmente, Rua Delmiro Gouveia. Com a separação da sociedade, Alberto foi para o Comércio Varejista - fundando o Armazém São Pedro e Odilon manteve a Serraria São Sebastião e adquiriu a Cerâmica São José - OBM. Na ocasião, Odilon resolveu se estabelecer em uma de suas propriedades onde já havia uma grande Vacaria no sítio chamado "Malvas" situado a Avenida Dr. Floro Bartolomeu s/n.

Deixa a vida terrena com um vasto histórico e um legado de riqueza para a família e história do Cariri Cearense, por coincidência ou capricho do destino faria aniversario esse mês. Deixamos aqui nossos mais sinceros votos de pesar e que Deus o receba em seu reino e conforte sua família.

Seu Odilon como era chamado, era filho do ex-prefeito Carlos José de Morais e pai do ex-prefeito José Hildon Morais. Se estivesse vivo, completaria no próximo dia 15, os seus 107 anos. Seu sepultamento será amanhã, às 08h:00 horas da manhã, no parque das flores, na cidade de Juazeiro do Norte. O corpo está sendo velado no mesmo local.

Fonte e colaboração: Historiador Marcos Borges.


Assessoria de Imprensa

 

Deixe seu comentário